MEIO AMBIENTE DE BÚZIOS SE MOBILIZA PARA SALVAR FILHOTES DE GAMBÁ QUE FICARAM ÓRFÃOS

Secretário Hamber Carvalho ressalta que os gambás são animais silvestres protegidos por lei, e que caçar, perseguir, ferir ou matar estes animais se enquadra como crime ambiental.


Esta semana, a Secretaria de Meio Ambiente de Armação dos Búzios acolheu dois filhotes de gambá que ficaram órfãos após a mãe dos animais ser morta por um cão. Os animais foram resgatados pela jornalista Camila Raupp, que deixou os filhotes aos cuidados de Hamber Carvalho, secretário de Meio Ambiente do município, que detalhou que uma gestora ambiental está monitorando a recuperação deles até que estejam aptos a se alimentarem sozinhos e retornarem à natureza.

O secretário de Meio Ambiente do balneário faz questão de ressaltar que os gambás são animais silvestres protegidos por lei, e que caçar, perseguir, ferir ou matar estes animais se enquadra como crime ambiental. Hamber explica que a espécie se adaptou à área urbana devido a oferta de abrigo (forro das casas, porões, vãos entre muros) e alimento (restos de comida, ração de animais, frutos, entre outros).

Os gambás possuem hábitos noturnos e habilidade para escalar árvores e alcançar o muro e telhado das residências para suas incursões em busca de alimentos, e muitas vezes acabam confundidos com ratos. 

“É muito comum eles acabarem ficando para descansar em um canto sossegado da casa, como churrasqueira, casinha do botijão de gás ou atrás da máquina de lavar. Não são animais agressivos, mas quando acuados podem morder para se defender” - explica o secretário de meio Ambiente de Búzios.

Dicas para evitar a entrada de gambás em residências: 

- Não deixar rações de animais expostas durante a noite; 

- Não deixar restos de alimentos na área externa da casa; 

- Vedar todo acesso que possa existir ao forro para que não façam daí o seu abrigo.

*Caso um gambá entre em uma residência ou alguém encontre um gambá que tenha sido atropelado ou vítima de ferimentos, é aconselhável acionar os órgãos ambientais de seu município para receber as orientações sobre as medidas a serem tomadas.

Categoria:Meio Ambiente

Deixe seu Comentário