REGIÃO DOS LAGOS FOI A QUE MAIS TEVE APREENSÕES DE DROGAS NO ESTADO DO RIO NO SEGUNDO SEMESTRE DE 2019

O comandante do 25º BPM, coronel Rodrigo Ibiapina, realizou uma coletiva de imprensa nesta terça-feira (4) no Leste Shopping, em Cabo Frio, para divulgar o recorde de apreensões de drogas, prisões e apreensão de menores no último semestre de 2019.

“Ficamos em 1º lugar no Estado em apreensões de drogas. Isso mostra que a corporação está fazendo o seu trabalho. O triste é que vemos o crescimento do tráfico”, disse o comandante.

Na ocasião, Rodrigo Ibiapina também falou sobre o aumento do efetivo durante o Carnaval.

“No ano passado tivemos 324 homens por dia. Esse ano a previsão é de 427 policiais por dia e solicitamos esse reforço ao Estado. Pedimos as programações de blocos às prefeituras e nem todas nos enviaram; sendo assim, trabalhamos com estimativas. Em Cabo Frio, a prefeitura ainda não se manifestou sobre o trajeto dos blocos”, disse, lembrando que esse efetivo é para atender toda a Região dos Lagos.

A presidente do Conselho Comunitário de Segurança Pública de Cabo Frio (CCS), Patrícia Cardinot, destacou que as polícias Militar e Civil e a Guarda Municipal estão fazendo um ótimo trabalho no combate à criminalidade.

“Apesar de não ter efetivo e nem viaturas suficientes, as polícias estão executando um trabalho de excelência. Tivemos a entrega de novas viaturas, a aquisição da patrulha Maria da Penha e, teremos, finalmente, a Cabo Frio Presente no Centro. Enviamos ofício ao governador Wilson Witzel através do seu assessor especial, Roberto Motta, fazendo a solicitação do Cabo Frio Presente. Agradeço ao governador pela atenção com a nossa cidade e, em especial, ao Roberto Motta, que sempre nos auxilia com todo carinho. Nossa intenção é fazer com que Tamoios também seja contemplada. Tudo isso ainda não atende a demanda, pois Cabo Frio está crescendo muito rápido e de forma desordenada, especialmente no Segundo Distrito, mas já é um começo. Quero aproveitar e parabenizar a ação e empenho da Guarda Municipal e da ROMU e do secretário de Ordem Pública, Jorge Marge, mas o poder público precisa dar estrutura e viaturas”, finalizou a presidente do CCS.

Categoria:Região

Deixe seu Comentário